Últimas notícias

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Josimar Maranhãozinho sabia que era investigado e relevou ter sido chantageado politicamente em 2018 com dossiê comprometedor produzido pela SSP

A carta publicada pelo delegado Ney Anderson Gaspar nesta semana veio a confirmar denuncias anteriores do ex-delegado Tiago Bardal, o contexto caiu como uma bomba no cenário jurídico e principalmente no cenário político maranhense, mas não pegou Josimar Maranhãozinho de surpresa, o próprio Josimar soube através de pontas soltas na SSP que estaria sendo alvo de uma investigação orquestrada por Jefferson Portela.
Na época, Josimar ainda oscilava entre a base de apoio ao governo e a base de oposição que tinha Roseana como mentora, o parlamentar chegou a figurar publicamente diversas vezes ao lado da ex-governadora, não se importando em ser fotografado. 
Em reunião com a ex-governadora Roseana Sarney com quem tinha um pré-acordo, Josimar informou Roseana de que não poderia deixar o governo Flávio Dino por questões um pouco singulares (fato exposto pela própria Roseana). Na oportunidade Josimar confirmou a Roseana que sabia de uma investigação em curso contra sua pessoa e que estaria sendo chantageado politicamente com este dossiê, o mais curioso é que após Josimar confirmar apoio ao bloco de Dino, a SSP optou por não dar mais prosseguimento às investigações em curso contra o deputado, demonstrando que a espécie de chantagem do órgão governamental teria produzido seus efeitos. 
Quando a informação foi exposta após a reunião, Josimar não foi a público desmentir o que Roseana havia dito mas procurou silenciar e deixar a vida seguir. Na época, Jeffeson Portela conforme denúncia de Gaspar (ex-chefe do DCCO) intitulava Josimar como "o maior bandido em atividade no Maranhão" e até chegava a apelidá-lo de Zé Gerardo do Maranhão em referencia a um dos maiores chefes do crime organizado no estado, à época.
Atualmente Josimar dá o fato por encerrado, Jefferson insiste em desmentir as declarações públicas do delegado que já foi seu braço direito mas as declarações de Gaspar fizeram o Presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão que também foi alvo a cobrar investigação imparcial e aprofundada sobre estes casos ilegais de espionagem. 

CONFIRA O TEOR DA ÚLTIMA CARTA PUBLICADA PELO DELEGADO:




DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design