Últimas notícias

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Atuação "fake" do PROCON-MA na região Alto Turi leva usuários a ironizar trabalho do orgão em meio a humilhações de bancos

Não é de hoje que as criticas ao órgão de defesa do consumidor são ouvidas, mas o tom aumentou desde o afastamento e a eleição de Duarte Junior. Ao que as evidências indicam ou a atuação quase implacável do órgão desde sua criação até o afastamento de Duarte eram fachada ou há algo demasiadamente insolúvel acontecendo nos bastidores do órgão.
O número de reclamações ao órgão cresceram de junho de 2018 para cá todavia, o número de autuações, apreensões e multas seguem ladeira a baixo.
Na região Alto Turi é incomum escutar um cliente bancário sem que o mesmo exalte o péssimo tratamento enfrentado, a escassez de serviços que visem otimizar o atendimento, diga-se passagem o limite de 30 minutos para atendimento de clientes não é seguido como prescreve as diretrizes do Direito do Consumidor, lesados e cansados de denunciar ao órgão, muitos clientes já aceitaram a atuação fake do Procon no estado e lavaram as mãos, cansados de denunciar e nenhuma ação objetiva ser realizada.
Agência inaugurada em 2018 em Santa Luzia do Paruá
só serve pra tirar RG e CPF
Em Santa Luzia do Paruá por exemplo, há uma unidade do PROCON VIVA em pleno funcionamento mas não há um funcionário sequer para fiscalizar os dois bancos da cidade, o que faz com que as agências ajam transformando o povo em "gado de curral" (caixas eletrônicos não funcionam na totalidade, tempo de espera ultrapassa 120 minutos, e por ai se iniciam as irregularidades).
Infelizmente é rir, pra não chorar!...

Jornalista Valdenor Pereira - Registro 0084745/SP


DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design