Últimas notícias

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Rombo de mais de R$ 400 mil na SANTAPREV vai parar na justiça e prefeito de Santa Luzia do Paruá pode ser afastado do cargo a qualquer momento

Há um rombo de mais de R$ 400 mil em somente 10 meses do novo governo
Para onde está indo os recursos públicos recebidos e administrados pela atual gestão de Santa Luzia do Paruá? Esta é a pergunta que os funcionários públicos mais fazem atualmente. Assim como na gestão anterior quando era secretário de administração do município (cargo que ocupou por 08 anos) o atual gestor municipal convive atualmente com a mesma realidade negativa. Em menos de 10 meses de governo, Plácido Holanda conseguiu a proeza de falir parcialmente o comercio local e ver quem apostava em sua administração com argumentos fragilizados pela ineficiência de governo.
Nem mesmo os principais aliados (babões de carteirinha) estão ousando defender o gestor das críticas que o fizeram desistir de discursar no dia 07 de setembro e no dia 04 de outubro no aniversário da cidade (o medo das vaias foi maior que a vontade de pegar no microfone).
A mais nova "proeza" da atual gestão foi causar um rombo de mais de R$ 400 mil reais aos cofres da SANTAPREV (Instituto de Previdência Privada de Santa Luzia do Paruá). 
O próprio diretor do Instituto em resposta a oficio enviado pela Câmara confirmou o rombo e divulgou a versão dada pelo prefeito que alega dificuldades financeiras para dar o "calote" o fato é que esses rombos poem em risco até mesmo o pagamento do 13º salário dos servidores públicos municipais. 
A junção de denúncias já foi parar no Ministério Público que já tem sob posse toda a papelada comprovada a incompetência administrativa da gestão e pode pedir a qualquer momento através de Ação Civil Pública (ACP) com isto assim como aconteceu há poucos dias em Bom Jardim, o prefeito corre o risco de ser afastado do cargo e ver o vice-prefeito assumir a prefeitura. Como se já não bastasse o descontentamento de funcionários, há lideranças políticas "chantageando" o gestor em troca de mais peso nas decisões do governo e mais espaço dentro da administração pública, já pensando nas campanhas em 2018.
A situação se agrava a cada dia e o que era realidade na gestão Nilton Ferraz e seu ex-secretário de administração, Plácido Holanda, tornou a se tornar realidade novamente, como se a "criatura" estivesse copiando as pegadas do "criador", o que intriga é que a gestão em que Plácido foi secretário de administração saiu deixando um rombo de mais de R$ 11 milhões da SANTAPREV (nem se dando ao trabalho de prestar contas) e este tem sido o principal medo dos funcionários municipais, de verem o filme se repetir novamente enquanto a justiça segue "assistindo" de camarote a estas e outras atrocidades administrativas. 

Confira a desculpa (justificativa) dada pelo prefeito ao diretor do Instituto:




DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design