Últimas notícias

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

"Boca de urna" e corrupção eleitoral levam justiça a condenar ex-prefeita de Bom Jardim

A ex-prefeita foi condenada com base em uma ação penal eleitoral proposta pelo promotor de Justiça Fábio Santos de Oliveira (respondendo pela 78ª Zona Eleitoral). A justiça condenou a ex-prefeita Malrinete Gralhada e outras três pessoas pelos crimes de "boca de urna" e corrupção eleitoral.
Parentes da ex-prefeita foram flagrados na madrugada anterior às eleições em um carro estacionado com cerca de 20 pessoas ao seu redor. Ao realizar a abordagem, os policiais encontraram cerca de R$ 900 reais escondidos no banco do motorista e outros R$ 200 com uma das presentes além de santinhos de Malrinete Gralhada e de um candidato a vereador. Também foram encontradas anotações com promessas eleitorais de fornecimento de bens e serviços.
Na ação, o promotor Fábio afirma que ficaram nitidamente comprovados o descumprimento das determinações legais com o objetivo de corromper o eleitorado da cidade, com oferecimento de recursos e vantagens financeiras.
Todos os envolvidos foram condenados à pena de um ano de reclusão e seis meses de detenção, substituída por penas restritivas de direito. A ex-prefeita ainda deverá pagar o equivalente a 50 salários minimos a projeto ou instituição determinada pelo Poder Judiciário, além de prestar serviços à comunidade pelo prazo de um ano e seis meses.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design