Últimas notícias

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Após duas semanas de greve, prefeita de Santa Inês resolve abrir negociação com professores

Desta vez, a gestora recebeu os professores e, na reunião, alegou falta de recursos financeiros para pagar a segunda parte do reajuste, correspondente ao percentual de 3,64%, que integra o acordo de pagamento do reajuste nacional do piso do magistério de 7,64%. Este percentual foi dividido em duas parcelas, sendo que a primeira, calculada em 4%, já foi paga em junho.

A coordenadora do núcleo de Santa Inês, Maria Gorete, rebateu o posicionamento da prefeita e cobrou que a gestão pague o que está devendo e apresente proposta de parcelamento da dívida acumulada, já que o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos prevê que a recomposição dos docentes seja retroativa a janeiro.

Além do reajuste, o Sinproesemma também cobra o pagamento dos retroativos referentes às progressões salariais e promoções, dois instrumentos importantes para a valorização docente.

Segundo a professora Gorete, a reunião desta segunda foi encerrada com a expectativa de um novo encontro na próxima quarta-feira (13). Se a prefeitura levar proposta, esta será encaminhada aos trabalhadores que decidirão os passos da mobilização. “Vamos convocar a categoria para decidir, em assembleia, os rumos da greve”, afirmou a coordenadora do núcleo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design