Últimas notícias

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Programa do Fantástico responsabiliza gestão Flávio Dino por continuidade do esquema que acabou desviando R$ 1 bilhão da saúde no Maranhão

"Mudou o governo mas a organização criminosa continuou a atuar, ignorando mandatos, ignorando qual partido estivesse no poder" afirmou o superintendente da Polícia Federal no Maranhão. O Instituto de Desenvolvimento e Apoio a Cidadania ou IDAC firmou contratos de gestão com o Governo do Estado do Maranhão durantes dos mandatos de Roseana Sarney e de Flávio Dino (PC do B). O diretor da instituição, Antonio Augusto Aragão foi preso na operação. A investigação se iniciou em 2015 e culminou na execução da operação Remora responsável por diversas prisões relacionadas aos desvios. Flávio Dino tem evitado comentar o caso.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design