Últimas notícias

domingo, 11 de junho de 2017

Prefeito de Carutapera, André Dourado prejudica professores da cidade; gestor descumpriu acordo firmado com a categoria e se recusa a pagar abono salarial

O atual prefeito de Carutapera, André Dourado (PR) anda descumprindo muitas de suas promessas de campanha. Acostumado a interceder junto aos professores municipais quando era meramente um candidato ao mais alto cargo municipal, o prefeito tem revelado uma face diferente daquela que o ajudou a se eleger sobre figuras carimbadas da política local. A diretoria do SINTEP/CARU (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica de Carutapera) se posicionou neste sábado (10), através de nota onde manifesta indignação com a atitude intempestiva do gestor após várias tentativas de se sanar o impasse. Fora realizada uma reunião na manhã de sexta-feira (09) entre representantes da Prefeitura de Carutapera e representantes dos sindicatos SINTEP/CARU e SINTRARP, onde o objetivo maior era se chegar a um acordo favorável tanto para os servidores quanto para o prefeito todavia ficou explícito nesta reunião que não há qualquer interesse da prefeitura em negociar e conceder qualquer reajuste mesmo tendo recursos suficientes para tal. A previsão era de que até maio o município tivesse recebido R$ 7.551.000,00 porém até esse período o valor já teria sido superado em R$ 1.389.000,00. A proposta feita pelo sindicato está amparada legalmente nos limites estabelecidos na LEI DO FUNDEB. O mais irônico é que em reunião no dia 18 de maio, a Prefeitura havia concordado em pagar o abono e que esse processo se ampararia num Projeto de Lei que seria enviado para a Câmara Municipal com objetivo de garantir a segurança jurídica do que foi proposto, algo que não aconteceu já que a gestão do prefeito André Dourado voltou atrás e resolveu não mais cumprir o que havia sido acordado. Os professores deverão pressionar os vereadores para uma intercessão. Chateados e ao mesmo tempo decepcionados com a postura do prefeito, professores ironizaram as promessas feitas em palanque quando André Dourado (PR) proferia que a valorização dos professores seria uma das prioridades de seu governo. A educação em Carutapera mesmo após a dança das cadeiras no executivo segue "pedindo socorro!". 

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design