Últimas notícias

terça-feira, 18 de abril de 2017

Prefeito de Santa Luzia do Paruá ignora recomendação enviada pelo Ministério Público e transforma cidade em referência de NEPOTISMO no Maranhão

Vanger (vice-prefeito) e Plácido Holanda (prefeito)
Mesmo após ter recebido uma recomendação oficial do Ministério Público acerca da permanência de parentes sem qualquer atribuição técnica em cargos comissionados, o prefeito do município de Santa Luzia do Paruá preferiu se omitir desta responsabilidade e optou por desafiar o órgão, dando permanência a uma gama de parentes inclusive sua esposa que ocupa o cargo de secretária adjunta de assistência social, outro a se levar pelo destaque é o cargo de tesoureiro que também é ocupado por parente do prefeito, dentre outros que formam somente a ponta do iceberg administrativo já que a prefeitura até "importou alagoanos" que residiam em outros municípios e vieram residir em Santa Luzia após o dia 03 de outubro. Vencido o prazo para que o prefeito realizasse a exoneração de sua parentela, resta agora ao Ministério Público ajuizar medidas que façam valer a lisura e que venham a não causar dolo aos cofres públicos do município.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design