Últimas notícias

terça-feira, 18 de abril de 2017

Palácio dos Leões inicia ofensiva contra efeitos negativos da Lava Jato no governo Flávio Dino e prepara "pacote" para frear efeito Roseana Sarney

Preocupados em tentar frear os efeitos negativos da lista divulgada pelo ministro Edson Fachin (relator da Lava Jato no supremo), aliados do governador Flávio Dino estão 24 horas em alerta máximo. Mesmo após a divulgação de uma certidão que mais trouxe dúvidas do que propriamente certezas, o clima ainda sugere inconformidade. O motivo? Por diversas vezes o atual governador do Maranhão ousou "cuspir para o alto" com criticas a investigados e também no que diz respeito a própria operação. Mesmo tentando negar sobremaneira um acordo com pessoas ligadas a Oderbrecht, novas declarações publicadas colocaram sob suspeita a fala do governador, e para piorar ainda mais a situação, a debandada de aliados (insatisfeitos) para o outro lado da linha acendeu o sinal vermelho no Palácio dos Leões. A mídia paga pelo Governo do Estado se mobilizou nos últimos dias para voltar sua mira para o grupo Sarney, sendo esta uma das maiores provas de que, Flávio Dino está visivelmente incomodado com o ressurgimento de sua maior adversária política dentro do Maranhão. 
Para tentar aplacar o ânimo de aliados e até mesmo de adversários, o Governo não visará economias este ano, pelo contrário, a meta é "abastecer" os aliados de obras e benfeitorias, uma prática que soa como abafo para minimizar a perca de popularidade, resta saber se novas "surpresas negativas" podem surgir ao longo do ano de 2017, algo que Flávio Dino prefira acreditar que não.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design