Últimas notícias

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Justiça condena prefeito de Santa Luzia do Paruá, Plácido Holanda a pagamento de multa de R$10 mil, por abusos em propaganda irregular

Foto: Rud Erlys

A decisão judicial foi pautada em provas físicas (áudios que caracterizam o ato infracional). Mesmo antes do período eleitoral onde se tornaria permissível o objeto de propaganda, o até então pré-candidato a prefeito era visto diariamente com seu veículo estacionado em frente ao meio de comunicação que o apoiava. 
A defesa do prefeito de Santa Luzia do Paruá por diversas vezes caiu em contradição quanto a presença do representado no meio de comunicação, nos áudios registrados entre 23/02 a 29/06 por inúmeras e suscetíveis oportunidades eram divulgadas as adesões de novos líderes políticos ao seu grupo, de forma explícita os que faziam uso dos meios de comunicação ligados a oposição na época se utilizaram de recursos para pedir apoio (voto) da população, o ato irregular se repetiu por um semestre praticamente inteiro com ostensiva propaganda negativa, difamatória e caluniosa contra a e-gestão municipal em contrapartida fazendo propaganda antecipada em favor do PSB e de Plácido Holanda (pré-candidato na época). 
A decisão do magistrado também foi direcionada para o PSB, representado pelo vereador João Teixeira (representante municipal do partido).

Ainda segue na justiça eleitoral, uma outra ação que pode culminar na cassação do gestor pelo motivo já citado e pela acusação de abuso de poder devendo esta ser julgada de acordo com recomendação, até junho do presente ano.

Confira na integra a Decisão Judicial (clique para ampliar):





DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design