Últimas notícias

sábado, 4 de março de 2017

Para não ficar no escuro após inércia da atual gestão, moradores de ruas do Distrito Paruá se mobilizam para fazer "vaquinha" para compra e troca de lâmpadas

Imagens registradas e enviadas por moradores, na noite desta sexta-feira (03)
Um dos pontos mais questionáveis à antiga gestão se referia a iluminação pública na cidade. Os debates mais acirrados no ano de 2016 se deram em questionamentos referentes a problemática em Santa Luzia do Paruá. De acordo com a CEMAR (Companhia Energética do Maranhão), o repasse dos recursos referentes a taxa de iluminação paga pelos consumidores é feito mensalmente para a prefeitura, com esta "contribuição" repassada, fica a cargo da prefeitura, fazer manutenção e instalação de novos pontos de iluminação na cidade. Mas desde o inicio do ano a situação se agravou nos principais pontos e bairros da cidade. A Avenida Jefferson Mesquita Lemos é um exemplo do descaso, moradores denunciam que já não permanecem até o findar da noite com receio de serem surpreendidos com ações criminosas favorecidas pela falta de iluminação. Rua da Padaria, rua da Piçarreira e diversas outras ruas seguem com o padrão de iluminação abaixo do esperado. Cansados de cobrar alternativas da nova gestão, moradores iniciam uma espécie de "vaquinha" para arrecadar recursos financeiros para a troca das lâmpadas que deveria ser de responsabilidade do poder público.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design