Últimas notícias

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Vacilo 7: Comunicação ligada ao prefeito Plácido Holanda divulga factoide sobre SANTAPREV e passa vergonha ao ser desmentida pelo atual diretor da instituição

Atual diretor financeiro do SANTAPREV ao lado do prefeito Plácido Holanda
Na medida em que os meios de comunicação passaram a polarizar a influência sobre a sociedade em que vivemos, alguns pontos passaram a ser questionados por aqueles que costumam peneirar as informações assimiladas.
A divulgação de um fato inverídico tem se tornado uma praxe para a atual gestão que tenta sem sucesso criar um famigerado de argumentos negativos com o único intuído de desmoralizar a ex-gestão Dra. Eunice, que "recebeu" o Instituto SANTAPREV com um rombo de aproximadamente R$ 15 milhões de reais (gestão do ex-prefeito Nilton deixou pouco mais de R$300 mil em caixa conforme extrato (para baixar o extrato dos recursos deixados em caixa na SANTAPREV pela gestão do prefeito Nilton clique AQUI). 
A gestão do prefeito Plácido Holanda recebeu o instituto "das mãos" da ex-gestora Doutora Eunice com pouco mais de R$ 7 milhões acumulados em caixa e para tentar se esquivar de possíveis cobranças por parte dos servidores do município tentou desqualificar a ex-gestão dando a entender através de matérias tendenciosas que, a ex-gestão teria se esquivado da transparência, só que os fatos históricos em si já serviriam para desmentir a divulgação errônea para não dizer caluniosa divulgada em blogs e na Rádio Tropical FM. 
A criação do próprio Portal da Transparência do Instituto SANTAPREV conforme o leitor pode conferir clicando no link https://www.santaprev.com.br/index/ foi idealizada na gestão da ex-prefeita doutora Eunice e conforme prevista em lei municipal, o portal deverá permanecer independente de quem assuma o comando do município.
De acordo com vereadores de oposição, o factoide foi criado como tentativa de retaliação pelo fato da aprovação da lei municipal que impede a procedência de saques das contas do Instituto por um período aproximado de 20 anos, algo corriqueiro há mais de 04 anos atrás. 
Os envolvidos e prejudicados diretamente com a ampla divulgação do fato inverídico ainda não oficializaram se deverão se posicionar através das medidas judiciais que o fato em si exige. Por enquanto o que resta é a vergonha de quem acreditou e disseminou o factoide e agora tem que se deparar com o atual diretor financeiro do instituto concordando com a verdade dos fatos e ressaltando a transparência empregada pela gestão passada.

Confira o oficio enviado pelo atual diretor financeiro da SANTAPREV desmentindo o factoide:
Clique para ampliar

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design