Últimas notícias

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Suplente recorre a Justiça Eleitoral e usa áudio contestável para tentar "tomar" mandato do vereador Pontinha Junior

No dia 24 de janeiro, o vereador Rogério Sousa Moraes (31 anos) conhecido popularmente como Pontinha Junior (PSC) foi surpreendido por uma ação movida pelo suplente Adelson Silva Moreira (33 anos). Contrariando as expectativas, o candidato que era tido como um dos favoritos para obtenção da maior média de votos na última eleição, não chegou atingiu a média esperada no pleito eleitoral, alçando cerca de 371 votos, ainda insuficientes para a tomada do cargo na Câmara de Vereadores.
A ação movida na Justiça Eleitoral tem como base uma gravação produzida através de supostos diálogos envolvendo um cabo eleitoral do candidato Adelson e um suposto possível eleitor do vereador Pontinha Junior.

Apesar de pouco densa a denúncia foi formalizada e ao ser notificado o vereador Pontinha Junior teve um prazo de cinco dias para apresentar sua defesa.
Preliminarmente, se pode perceber que dificilmente o processo tenderá para a perca de mandato do vereador Pontinha Junior já que nas provas apresentadas pelo candidato Adelson Moreira, o suposto denunciante apresenta contradições no seu discurso, em determinado momento da gravação mostra-se nervoso e destoa da realidade dos fatos.
Em conversa informal, Pontinha ressaltou estar tranquilo e criticou duramente a ação adversária de querer subtrair seu mandato conquistado democraticamente, sobre o que chamou na tribuna da Câmara de uma desconcertada forma de apelação.
O processo pode servir como um "tiro no próprio pé" do candidato que entrou com a ação, já o vereador Pontinha Junior pretende contestar a originalidade das provas e por fim também acionar a justiça contra o que este chama de "desespero". 

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design