Últimas notícias

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Após recusa em receber documento, polêmicas e intervenção do Ministério Público, prefeito de Santa Luzia do Paruá perde “queda de braço” e deverá pagar abono salarial

A atual gestão de Santa Luzia do Paruá por diversas vezes optou por não receber a nota de empenho, liquidação e folha de pagamento do abono salarial dos profissionais contratados e efetivos do magistério, obrigando a ex-secretária de gabinete da Prefeitura Municipal a registrar um Boletim de Ocorrência ressaltando a humilhação enfrentada no interior da Prefeitura Municipal (matéria AQUI).

Tentando tirar o foco daquilo que é tido como direito desses profissionais, a comunicação ligada ao atual gestor tentou deflagrar uma polêmica ao tirar saro de um erro de português que trocava a expressão “abono” por “abano”. Tomando ciência da situação, o Ministério Público ciente da gravidade dos fatos interviu na situação encaminhando oficio direcionado ao prefeito municipal com a mesma documentação que anteriormente a gestão havia se recusado a receber (matéria AQUI). A ex-gestora do município alegou que além da documentação, havia deixado dinheiro em caixa para a efetuação dos pagamentos, fato por diversas vezes contestado pela atual administração e agora se firmou como verídica após a cobrança dos professores e aliados. Ontem (07), por volta das 16h00, o atual prefeito se reuniu com representantes dos professores e não querendo sacrificar sua imagem logo no início do mandato optou por oficializar o pagamento do abono salarial dos profissionais. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design