Últimas notícias

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

ALÔ MP: Após divulgação de bandas e preparativos praticamente concluidos, gestão realizará licitação 03 dias antes do Carnaval para contratar empresa para organizar e realizar o evento

A atual gestão de Santa Luzia do Paruá ainda não se posicionou oficialmente acerca da polêmica envolvendo o processo licitatório agendado para se iniciar no dia 22 do presente mês.
Mesmo já tendo anunciado oficialmente as bandas e atrações do Carnaval 2017, além dos preparativos estarem já se encerrando por parte da organização do evento que se encontra na responsabilidade da Secretaria de Cultura, a atual gestão ainda não conseguiu explicar como e por que realizará uma licitação para contratação de empresa para organizar e realizar o Carnaval 2017. A estranheza da situação se dá pelo fato de que a organização e realização do evento festivo já está em fase de conclusão dos últimos detalhes e a licitação que se iniciará no dia 22 teria que ser finalizada muito antes do dia 25 (início oficial do Carnaval 2017), OUTRO fator a se levar em consideração é que o processo licitatório serviria para respaldar a própria contratação de bandas e preparativos, algo que já aconteceu sem o devido respaldo legal de licitação. Em conversas formais com quem atua na área de licitações, o fato causou profunda estranheza. A divulgação de bandas e conclusão de preparativos deveria ter sido feito com base em processo licitatório ou seja, como a prefeitura já contratou e divulgou como certas as bandas o esperado é que a licitação tivesse antecedido tal divulgação. A contar como exemplo, a prefeitura de Presidente Médici ainda não divulgou a programação oficial do seu carnaval tendo em vista que o processo licitatório que se iniciou no dia 12 ainda não foi concluído, ficando por parte da empresa vencedora trabalhar na composição do evento naquela cidade. Ciente do contexto da situação e da falta de explicações aplausíveis sobre o fato, alguns vereadores já tomaram conhecimento e prometem acionar o Ministério Público sobre o estranho fato, devendo o órgão exigir transparência no processo evitando assim qualquer suspeita de "cartas marcadas". Em conversa com profissionais que atuam na área, há uma unanimidade no dizer que em 03 dias antes do inicio do evento é praticamente impossível concluir um processo licitatório sem que não haja irregularidades visíveis.
O objetivo do pregão de acordo com a ressalva da pregoeira Izolete dos Santos Sarges no pregão Nº 005/2017, é a contratação de empresa para organizar e realizar o Carnaval 2017.

Sim...o leitor não ouviu errado! A prefeitura deverá realizar licitação para contratar uma empresa que deverá desempenhar um serviço que já foi concluído quase que inteiramente inclusive com agendamento das bandas e confecção do material decorativo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design