Últimas notícias

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Mais de 03 anos depois, Ministério Público permanece inerte e caso SANTAPREV pode acabar "terminando em pizza”

O tema "SANTAPREV" segue sendo um dos assuntos mais debatidos dentro do cenário local e promete ser um dos temas mais polêmicos a serem abordados durante a campanha eleitoral do presente ano.
Não tão distante deste cenário estão os funcionários públicos municipais e principais prejudicados com o rombo que ultrapassou R$ 14 milhões e "engessou" o Instituto de Previdência Privada de Santa Luzia do Paruá.
O complexo processo que julga e investiga os autores e atos segue a passos lentos e aparentemente não é visto como uma prioridade do Ministério Público tendo em vista a lentidão na busca de uma elucidação, mais de 40 meses se passaram e nenhuma ação louvável foi elaborada com o objetivo de punir os culpados ou recuperar pelo menos parte do dinheiro extraviado dos cofres da instituição financeira. Após entrar 2013 com cerca de R$ 300 mil deixados na instituição, mais de 03 anos depois o acumulado atual nas contas da instituição já ultrapassa os R$ 5 milhões o que poderia ajudar os mais leigos a calcular a margem de recurso financeiro injetado na instituição ao longo de gestões anteriores.
Nem mesmo os saques realizados em pleno período eleitoral de 2012 foram o suficiente para aguçar o ânimo das investigações. Campanhas contra a corrupção se tornam um paliativo diante de um retrocesso como este.

Mesmo diante de diversos impasses, muitos funcionários do município seguem “confiantes” na justiça tendo a expectativa futura de ver os culpados recebendo as devidas punições. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design