Últimas notícias

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Em Santa Luzia do Paruá: Após entrevista em rádio, Deputado Josimar entra em "guerra fria" e corre o risco de perder importantes aliados políticos na cidade

Ao que tudo indica o ano de 2016 será um ano de muitas reviravoltas no cenário político luziense, a começar pela oficialização de apoios às pré-candidaturas. Após ter seu nome citado negativamente em várias rodas de conversas pela cidade, e ver seu silêncio sendo alvo de criticas e questionamentos por parte do eleitorado luziense, o deputado acatou aos apelos do 3° grupo e concedeu uma entrevista na rádio onde sem nenhuma cerimônia repetiu o mesmo contexto que havia usado em outras duas entrevistas anteriores. Em sua fala, Josimar defendeu o seu posicionamento e rebateu as criticas que vinha sofrendo por parte de aliados do segundo grupo que usavam o seu nome ligado a termos relacionados à traição. Na entrevista, o deputado foi enfático e mesmo agradecendo o apoio do grupo encabeçado por Plácido Holanda nas últimas eleições, também deixou transparecer um sentimento de decepção com o candidato do 2° grupo, no enredo da entrevista declarou ter se sentido traído por conta das convicções politicas do pré-candidato que se filiou ao partido do deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB). A filiação teve como justificativa a busca de apoio na base aliada do governador Flávio Dino, o que desagradou Josimar que tem como meta política enaltecer a sigla do PR no Maranhão. O apoio do deputado a pré-candidata Ângela Reis tem sido debatido há meses em resenhas politicas. Mesmo se afastando do candidato do 2° grupo, Josimar vive em uma intensa "GUERRA FRIA" na cidade. Sem ter mostrado até o presente momento para o que foi eleito, o deputado continua sendo uma incógnita e a recusa do seu apoio político ao grupo de Plácido e do ex-prefeito Nilton é vista por membros deste grupo como uma especie de "suicídio político". Por maiores que sejam as especulações em torno do apoio cedido pelo deputado à pré-candidata Ângela Reis, o que ninguém questiona é que "muitas águas ainda vão rolar debaixo dessa ponte". E mesmo centrado na campanha de sua irmã Josinha Cunha em Zé Doca, o deputado terá a difícil missão de provar nas eleições municipais que não perdeu sua força politica local.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design