Últimas notícias

sábado, 2 de janeiro de 2016

Em Zé Doca: Crianças da zona rural estudam em escola de taipa sem nenhuma estrutura e fazem necessidades fisiológicas em banheiro de palha improvisado

Imagens: José Luís
As imagens registradas por Luís Silva, denotam como a educação vem sendo tratada no interior da cidade de Zé Doca, uma realidade difícil de ser fragmentada em boa parte dos municípios maranhenses. No povoado São Benedito (distante 20km da sede do município), as crianças da Escola Municipal Cecilia Meireles precisam muito mais do que força de vontade para assimilar o conteúdo. As paredes da "escola" são revestidas de taipa (barro amassado), boa parte do barro que reveste as paredes já caiu, o telhado é totalmente coberto por palhas, não existe geladeira ou freezer para estocagem de alimentos, em compensação o filtro de barro que havia no local foi substituído por um bebedouro pequeno que em parte supre a sede do alunado. Como se já não fosse grande o sacrifício destas crianças, as necessidades fisiológicas quando necessárias, precisam ser feitas em um banheiro de palha improvisado ao lado da escola, onde não existe sequer privacidade e nem divisória por sexos. Em 2014, o prefeito Alberto Carvalho Gomes em visita ao local prometeu extinguir escolas como estas no município mas até o presente momento a realidade se mostra a mesma. Mesmo sem estrutura, as crianças que comparecem se veem esperançosas com relação a um futuro promissor e não desanimam em busca de "dias melhores".

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design