Últimas notícias

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

ABUSO: Postos de Santa Luzia do Paruá cobram mais de R$ 4,00 pelo litro da gasolina; Gasolina na cidade é uma das mais caras do Maranhão

Uma pesquisa divulgada pela ANP (Agência Nacional de Petróleo) colocou o Maranhão como segundo lugar entre os estados que em média possuem a gasolina mais em conta. Segundo os dados divulgados pelo órgão, o preço médio cobrado nos postos de combustíveis do Estado se aproxima de R$ 3,26, porém a realidade em Santa Luzia do Paruá é bem diferente. Com a justificativa de vários custeios, proprietários de postos de combustíveis da cidade se mostram irredutíveis no que diz respeito a diminuição dos preços. Quem sofre com a alta nos valores cobrados é o consumidor que hoje tem muito mais dificuldade para encher tanque do seu veículo. De acordo com o próprio Procon do Maranhão, "exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva e elevar sem justa causa os preços dos produtos ou serviços" é infração prevista no artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor. Não bastasse o preço cobrado pelos principais postos de combustiveis da cidade, outro fator chamou a atenção dos consumidores na última semana. Ambos os postos ao longo da semana reajustaram o valor cobrado pelo litro da gasolina quase que simultaneamente, elevando o preço do produto a R$ 4,020 em ambos, o que fez com que muitos consumidores luzienses questionassem a coincidência e suspeitassem de formação de cartel. A nossa página teve acesso aos valores cobrados pelos postos da região do Alto Turi, enquanto consumidores de Governador Nunes Freire, Nova Olinda, Zé Doca e Araguanã se reclamam por desembolsarem entre R$ 3,50 e R$ 3,70, consumidores de Santa Luzia do Paruá têm o desprazer de pagar R$ 4,020 por  conta de reajustes injustificáveis. O Ministério Público está ciente da gravidade e está solicitando explicações dos proprietários dos postos sobre o aumento abusivo nos preços.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design