Últimas notícias

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Professores e índios da aldeia Ximborendá em Maranhãozinho denunciam DIREÇÃO FANTASMA em escola e caso vai parar no Ministério Público

A denúncia só veio à tona após uma visita realizada na Escola Estadual Indígena Yhutuhu da Aldeia Ximborendá, localizada no município de Maranhãozinho-MA. No dia 10 de setembro do presente ano, o vereador José Pessoa de Menezes compareceu ao local após o recebimento de inúmeras denúncias informando que o diretor Welington Francisco Rocha de Araújo não estaria cumprindo com o papel para o qual foi designado no dia 01 de junho, de acordo com o Diário Oficial do Estado. A gravidade da situação se torna ainda mais evidente quando os testemunhos de alunos, população indígena e professores tem o mesmo teor dissertativo em relação a "direção fantasma". Todos os professores e alunos ouvidos afirmam categoricamente que o tal gestor nunca compareceu um dia sequer ao local para a execução de suas funções, professores ouvidos receberam com espanto a notícia de que Welington era oficialmente o diretor a escola, para logo após afirmar que em nenhuma oportunidade o mesmo se fez presente sequer para a realização de um simples planejamento. A história se complementa com o irônico fato de que o diretor de acordo com Gildete Elias Dutra (supervisora de Educação Indígena da SEDUC-MA), continua recebendo seus vencimentos normalmente como se estivesse desempenhando a função para o qual foi escolhido. A supervisora se surpreendeu ao ser informada do tal fato. O vereador Dequinha fazendo uso de suas atribuições como vereador, protocolou um pedido de investigação junto ao Ministério Público para que haja a devida tomada de providências e a eventual devolução dos salários recebidos indevidamente pelo servidor. Caberá agora ao promotor Hagamenon de Jesus Azevedo analisar o pedido e atuar conforme achar aplausível na resolução da grave denúncia.

CONFIRA MAIS IMAGENS (CLIQUE PARA AMPLIAR):
Supervisora de Educação Indígena da SEDUC-MA em resposta confirmando que o mesmo se encontra
como gestor atual da escola localizada na Aldéia Ximborendá

Ofício enviado à promotoria pelo vereador Dequinha cobrando
providências do MP com relação a denúncia dos índios



DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design