Últimas notícias

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

POLÊMICA: Médico maranhense manda recado para farmacêutico o chamando de "imbecil" e "analfabeto" e caso ganha repercussão nacional

O médico João Melo e Sousa Bentivi se viu em uma situação no mínimo inesperada. Após emitir um receituário no dia 01 de outubro, o médico escreveu: "Ao farmacêutico imbecil e analfabeto, vou repetir", e logo após recita a medicação recomendada ao paciente. Em sua defesa, o médico alegou que o "recado" teria partido após o farmacêutico agir de forma deselegante e que não tinha intenção de ofender a classe de profissionais. 
O médico emitiu nota após o caso ganhar repercussão nacional, confira:
O médico João Melo e Sousa Bentivi se viu em uma situação no mínimo inesperada. Após emitir um receituário no dia 01 de outubro, o médico escreveu: "Ao farmacêutico imbecil e analfabeto, vou repetir", e logo após recita a medicação recomendada ao paciente.
Em razão da publicação, em redes sociais, de declaração por mim assinada, relacionada com um suposto farmacêutico, cumpre-me, em respeito à coletividade, esclarecer:

a) Em quase 40 anos de vida médica, sempre tive o maior carinho com todas as profissões afins e não seria agora que mudaria o meu comportamento;
b) No caso específico dos profissionais farmacêuticos, importa reiterar a amizade e respeito que tenho pela categoria, sendo que muitas dezenas desses profissionais privam da minha irrestrita amizade;
c) O documento veiculado nas redes sociais não se refere a nenhuma receita médica, mas simplesmente a um bilhete desaforado para um profissional de farmácia, que foi deselegante comigo, ao se recusar a vender um medicamento a uma humilde paciente e, sem critérios, assacar-me com adjetivos inapropriados;
d) A recusa não se referiu, portanto, a ser a prescrição legível ou não legível, mas às ponderações mal educadas do farmacêutico de como eu deveria ser a minha redação;
e) Entendo ser democrática a participação das pessoas nas redes sociais e, após esse esclarecimento, por falta de tempo, não polemizarei com nenhum cidadão;
f) Reitero, mais uma vez, o respeito aos farmacêuticos do Brasil, inclusive o meu bilhete tinha um destino específico: “ao farmacêutico...”
g) Mas caso alguém queira fazer alguma demanda específica para a minha pessoa, discutiremos no foro apropriado, sem nenhum problema.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design