Últimas notícias

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Falhas grotescas no Serviço de Inteligência das policias Federal e Civil permitiram a fuga da prefeita de Bom Jardim

Após a reportagem elaborada pela TV Mirante (Afiliada da Rede Globo) e exibida a nível nacional através do Programa Bom Dia Brasil, a situação no município de Bom Jardim ficou praticamente insustentável para a então prefeita Lidiane Leite (Eleita com 9.575 votos). A data inicial para o inicio da operação precisou ser alterada tendo em vista que a Prefeita já havia sido alertada e informada que sua prisão poderia acontecer a qualquer momento. Na última quinta-feira (20) os bomjardinenses iniciaram o dia diante da afirmação de que o ex-secretário de Agricultura, Antônio Gomes da Silva, conhecido como "Antônio Cesarino", e de Assuntos Políticos, Humberto Dantas dos Santos, conhecido como Beto Rocha, ex-namorado da prefeita, haviam sido presos em operação deflagrada pela Polícia Federal. O que muitos não sabem é que o desfecho da operação foi adiantado devido ao teor das repercussões. Sem sequer mapear todos os passos de Lidiane Leite, e nem os locais para o qual a mesma poderia se deslocar em sua fuga, a Polícia Federal fez trabalho de amador. Na última quinta-feira o principal alvo da operação era Lidiane Leite, no inicio da semana passada haviam investigadores a paisana na cidade com o objetivo de captar o restante das informações, os policiais possuíam ampla certeza de que a mesma estaria na cidade, e como de praxe, não fizeram a miníma questão de avisar para não comprometer o sucesso da operação, mas de forma épica, uma jovem de 25 anos conseguiu "escorregar" do cerco dos policiais e escapar sem deixar pista alguma. Os policiais tanto federais e civis, passaram então a se alicerçar em suposições, como a de que Lidiane estaria escondida no interior do Hospital da cidade. Após 04 dias sem nenhuma informação do paradeiro de Lidiane, o Serviço de Inteligência da Polícia Federal apesar de fazer propaganda de que está perto de prendê-lá, não possui nenhuma informação contundente que dê respaldo para tal afirmação, tendo que apelar para a população como agente fiscalizador. A Polícia Federal e Civil do Maranhão prefere reconhecer como exitosa a operação graças a prisão de duas pessoas importantes no esquema, mas não tem como esconder a decepção de ter ido "com muita sede ao pote". O Delegado Augusto Barros Neto (Delegado Geral) preferiu nem comentar o episódio.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design