Últimas notícias

sábado, 20 de junho de 2015

Justiça defere pedido de cassação do atual prefeito e vice-prefeito de Maranhãozinho

O atual prefeito de Maranhãozinho, José Auricelio de Morais Leandro (47 anos), eleito prefeito com 4.712 votos (90,60%) está em uma situação bastante complicada.
Além deste, Raimundo Tarcisio de Lima (49 anos), atual vice-prefeito de Maranhãozinho é outro citado na decisão expedida pela juíza Cynara Elisa Gama Freire, no último dia 18 (quinta-feira).
Na decisão judicial são destacados alguns pontos referentes a provas julgadas que segundo a justiça, são contundentes e que expressam crime de abuso de poder econômico e captação ilícita de sufrágio.
Nos autos, a juíza se expressa afirmando que a decisão foi tomada tendo como base os termos do parecer elaborado pelo Ministério Público Eleitoral e julgou procedente os pedidos iniciais para cassar o mandato do prefeito e vice-prefeito de Maranhãozinho. Ganha destaque na decisão judicial a expressiva frase que diz: "Porém com o fito de evitar que eventuais inseguranças jurídicas se instaurem imediatamente, mantenho-os nos respectivos cargos até o trânsito em julgado da presente decisão." Segundo a decisão, não obstante todo o prejuízo oriundo da ação, o prefeito Auricélio  e seu vice terão que desembolsar cada um, cerca de R$ 50.000,00 em pagamento de multa estipulada pela justiça e informada no processo julgado. O prefeito sempre esteve ciente da ação protocolada pelo candidato derrotado nas eleições 2012 em Maranhãozinho, Jackson Roberto dos Santos Pinheiro.
Prefeito e vice-prefeito de Maranhãozinho
Consta nos autos que o gestor havia sido notificado para dar explicações acerca das denúncias e que chegou até a apresentar seus mecanismos de defesa, mesmo assim a justiça julgou convincentes as provas recolhidas e apresentadas. Constam no processo, falas explicitas por pessoas que supostamente receberam algum tipo de beneficio financeiro para apoiar o candidato eleito e que em depoimento à justiça, confirmaram o ocorrido. Segundo consulta jurídica realizada, o prefeito de Maranhãozinho Auicélio poderá recorrer da decisão judicial. Tentamos entrar em contato com o Prefeito para que o mesmo pudesse ressaltar sua versão acerca da decisão judicial, porém não obtivemos nenhum êxito!

CONFIRA MAIS IMAGENS (CLIQUE PARA AMPLIAR):











DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design