Últimas notícias

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Juiz determina que Facebook e Google tirem do ar imagens fortes do corpo de Cristiano Araújo

O juiz da 3ª Vara de Família e Sucessões do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) determinou a retirada das fotos e dos vídeos do cantor Cristiano Araújo sendo preparado para o velório. As imagens, gravadas por funcionários da Clínica Oeste, foram disseminadas em redes sociais, desde quarta-feira (24/6). 

O juiz Willian Fabian considerou que "a publicação das imagens de necrópsia e da preparação de cadáver, ocorrida concomitantemente ao velório e sepultamento do cantor Cristiano de Melo Araújo, além de revelarem inquietante morbidez, apresenta-se extremamente desrespeitosa ao sentimento de luto das famílias dos vitimados no trágico acidente que ceifou-lhes as vidas, ferindo frontalmente o direito constitucional da intimidade, insculpido no artigo 5o, inciso X, da Constituição Federal Brasileira", consta da cautelar.

A medida deve ser cumprida imediatamente pelos escritórios de representação do Facebook e do Google no Brasil. A multa por descumprimento é de R$ 10 mil por dia.

Na manhã desta sexta-feira (26/6), duas pessoas foram indiciadas pela Polícia de Goiás em conexão com o vazamento das imagens. O delegado Norton Luiz Ferreira afirmou que uma funcionária da clínica que prepara o corpo para o velório afirmou, em depoimento, que teria apenas filmado e procedimento e compartilhado com um colega de faculdade. A funcionária e outro empregado da Clínica Oeste foram demitidos por justa causa.

Um terceiro suspeito será ouvido ainda hoje. Os suspeitos podem responder na Justiça por crime de vilipendiar cadáver (desrespeito ao corpo). A pena vai de um a trÇes anos de prisão.

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design