Últimas notícias

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Audiência para tratar sobre os desvios na SANTAPREV lotou ontem (26) as dependências da Câmara Municipal de Santa Luzia do Paruá

O Plenário da Câmara Municipal, hoje ficou pequena pra tanta gente que compareceu ontem (26), as 8:30h,  para ouvir os esclarecimentos sobre os desvios de dinheiro da Santaprev. Estiveram presente, Ed Carlos atual presidente da entidade; nove vereadores; o Dr. Zildo Uchoa assessor jurídico da santaprev, líderes comunitários e sindicalistas. 
O técnico previdenciário Francisco Figueiredo, fez uma explanação sobre tudo o que aconteceu, desde o começo da Santaprev, em seus mais de 20 anos de existência. Entre tudo o que foi dito, o que chamou mais atenção das mais de 400 pessoas presentes à Audiência Pública, foi a revelação de que o dinheiro foi sacado das contas da entidade, durante o ano de 2012, para entre outras coisas, pagar folha de pagamento de funcionários da prefeitura. Foi também revelado que o saque de 1.300.000, (um milhão e trezentos mil) foi feito pelo ex-contador da prefeitura de nome Miuzete, e que também utilizava como laranjas seus primos que residem na Zona Rural do município de Pio XII, reafirmou o Dr. Francisco, que tem uma vasta experiência em previdências municipais, no Maranhão e outros estados.
Quando a prefeita Eunice Damasceno assumiu a Prefeitura de Santa Luzia do Paruá, a Santaprev tinha em caixa somente R$ 303.000, (trezentos e três mil reais), hoje tem R$ 3.300.000,00 (tres milhões de Milhões de trezentos mil reais). 
O público presente se surpreendeu com os relatórios apresentados da gestão anterior de 2005 a 2012. Em oito anos sumiram das contas da entidade, algo em torno de R$ 12.000.000,00 (doze milhões),valores estes corrigidos até Dezembro de 2012.
O vereador José Pessoa (Dequinha) (PMDB) - de posse de vários extratos em mãos, relatou uma série  de contas de pessoas, utilizadas como laranjas, onde eram depositado quantias diferenciadas,  entre 18 mil, e 20 mil reais para despistar fiscalizações, conforme apurou até agora a CPI. Todos os relatórios estão na Promotoria de Justiça. 
Várias pessoas fizeram perguntas sobre o caso e obtiveram  respostas convincentes. 
Os representantes do Ministério Público e do Poder Judiciário foram convidados, mas não compareceram. 

Fonte textual: Blog do Chico da Voz

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Todos os direitos reservados © 2014 | Layout modificado por Genesis Design